Exemplos02 - FotoOlhar

Ir para o conteúdo

Exemplos02

Exemplos Práticos
Índice
(Em ordem de lançamento)
Grupo 26 - Luz, sombra e textura 02 • Grupo 25 - Composição 01 Grupo 24 - Simplicidade dos Detalhes 01
Grupo 23 - Paisagem Rural 01 Grupo 22 - Efeotos Comparativos 02
Grupo 21 - Efeotos Comparativos 01 Grupo 20 - Abertura e Foco 01 • Grupo 19 - Luz, Sombra e Textura 01 •
Grupo 18 - Objetiva 70x300 mm.01 • Grupo 17 - Objetiva Padrão 01 • Grupo 16 - Paisagem.01 •
Grupo 15 - Still - Cenografia.01 • Grupo 14 - Trabalhando (modificando) a Luz.
Grupo 13 - Eliminar elementos indesejáveis.Grupo 12 - Possibilidades de conversão para sépia.
Grupo 26
Luz, Sombra e Textura 02
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Dez./21
• Usei a Pentax E10, uma câmera compacta e relativamente simples. Mostro exemplos do contraste valorizando áreas iluminadas pela luz natural e também pela luz artificial. Observe que a variação da falta de luz também valorizam as áreas iluminadas destacando a sua textura.  Boa análise!
Grupo 25
Composição 01
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Nov./21
• Veja a importância da composição e do enquadramento, e da opção de desfocar ou não o fundo, profundidade de campo. As duas fotos abaixo foram capturadas no Distrito de Luís Carlos, em Guararema. A primeira foto, das ciclistas e do ciclista, poderia ter foco direto neles e desfoque no fundo, porém, naquele momento era importante destacar onde os ciclistas estavam, qual era o ambiente, e, ainda, a qualidade do espaço para um descanso, alimentação e hidratação. Se eu tivesse usado uma objetiva tele o fundo desfocaria, ou seja, teria uma profundidade de campo menor, ou ainda, poderia abrir o diafragma ao máximo, o que não fiz, usei a abertura f:11 e consegui esta bela fotografia.
• Para finalizar, agradeço a elas e ele por permitirem a fotografia!
• Esta segunda foto, usei uma velocidade mais lenta, por essa razão o movimento das duas pessoas mais próximas do primeiro plano está borrado, como no fundo não havia movimento, não ouve desfoque de movimento. Saber explorar seu equipamento, não importa qual seja, proporcionará resultados interessantíssimos. Usei a Canon 60D e a objetiva 18x135 mm para ambas as fotos. Boas experiências e trabalho!
Nota: Em ambas as fotos poderia na pós-produção ter resolvido alguns "problemas", como as pedras soltas em razão de uma obra, os cones, por exemplo, eliminando-os, mas este não era o objetivo deste exemplo prático.
Grupo 24
Simplicidade dos Detalhes 01
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Nov./21
• Estas fotografias foram feitas em Tambaú – SP, no mês de Junho de 2010, na praça da Igreja Matriz Nossa Senhora Aparecida que fica ao lado do Museu Padre Donizetti. Os vários planos em ângulos diferentes proporcionam uma visão mais completa e gera maior interesse pelos objetos, portanto, fazer apenas fotos em planos abertos é uma coisa comum. Tudo que é detalhe pode e é interessante, o mais importante ganha destaque porque passa desapercebido pelo olhar da maioria das pessoas.
• Usei a câmera Canon XS e a objetiva padrão 18x55 mm. Esta objetiva é limitada, mas produz resultados interessantes e de qualidade. Com smartphone e câmeras compactas também é possível obter capturas de qualidade.
• É óbvio que uma câmera mirrorless, de entrada e full frame o resultado será bem superior em função dos ajustes possíveis, dos modos de captura e pelo tamanho do sensor. Faça as suas experiências e procure ficar atento.
• Outro detalhe importante, se estiver acompanhado evite conversar, distrair, fazer brincadeiras, entre outras possibilidades, e concentre-se nas capturas fotográficas, para isso, observe com atenção os detalhes e o ambiente para que seja possível fazer uma variedade de capturas e com qualidade e diferenciadas. Boa experiência!
Grupo 23
Paisagem Rural 01
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Out./21
• Para paisagem rural é possível utilizar qualquer tipo de equipamento e objetivas, das grande angulares às teleobjetivas, o mais importante é prestar a atenção no momento do enquadramento e composição, não saia acionando desenfreadamente o botão disparador. Importante, usei a Canon A640, compacta.
• As objetivas menores em mm são para obter vistas amplas, é o caso das grande angulares, mas, em muitas situações, como a de se fotografar um animal ou detalhe na paisagem uma teleobjetiva será excelente opção.
• As imagens abaixo foram tiradas em locais, datas e horário do dia variados, do período da manhã ao da tarde. Boas experiências!
Grupo 22
Efeitos comparativos 02
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Out./21
• Veja algumas possibilidades de efeitos especiais possíveis em fotografia na pós-produção. São vários os softwares pagos, grátis e livres que possibilitam esta ação, eu fiz uso de vários, como o Movavi Picverse, Corel PaintShop e o Black White Projects 4, todos pagos e licenciados. Bom trabalho!
Grupo 21
Efeitos comparativos 01
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Ago./21
• Você poderá criar os efeitos abaixos para imagens em sites, por exemplo, que chamarão a atenção de seus clientes e amigos, mas também para enquadrá-los, para papel de parede de computador entre outras funcionalidades e finalidades.
• Usei um software grátis, o Paint.Net, para produi-los, você poderá criar outros e que tenhas áreas diferentes sejam na vertical  ou horizontal, bem como na diagonal ou todas juntas. Boa experiência!
Grupo 20
Abertura e Foco 01
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Ago./21
• Nestes exemplos apresento a abertura do diafragma e as áreas em foco e a profundidade de campo. Em outra oportunidade apresentarei outras possibilidades de modificar a profundidade de campo, como a distância entre a câmera e o modelo/objeto fotografado, também com diferentes objetivas. Boa análise e trabalho!
Grupo 19
Luz, Sombra e Textura
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Jul./21
• Estes exemplos são capturas dos efeitos da luz/sombra e como a textura é valorizada, todas as fotos são do piso (solo) e, na pós-produção, foram tratadas e convertidas.
• São vários os softwares que permitem estes tratamentos, ajustes e conversões. Para este exemplo, usei o Movavi Picverse (licenciado), mas poderia ser o Gimp (grátis e livre), o Corel Paint Shop, ACDSee Photo Studio (ambos soft são pagos), entre outros. Bom trabalho!
Grupo 18
Objetiva 70x300.01 EF
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Jul./21
• As objetivas mais populares não têm a mesma qualidade óptica das profissionais, porém, se souber utilizá-las haverá a possibilidade de capturas interessantes e diferenciadas, tudo vai depender do olhar. Apresento quatro fotos em que utilizei a objetiva 70x300 mm da Canon. As da série "L", as brancas, tem lentes de melhor qualidade e tratamento e a vantagem de manterem a abertura do diafragma em qualquer distância, ou seja, com zoom pouco aberto ou com ele no máximo. Já esta objetiva que utilizei no máximo há um pouco de distorção. Bom trabalho e experiências!
Grupo 17
Objetiva padrão.01 EF-S
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Jul./21
• As objetivas padrão, no caso da Canon a 18x55 mm, proporcionam excelentes capturas fotográficas, mesmo sendo mais simples, tudo depende do olhar do fotógrafo ou fotógrafa. Coloco como exemplo quatro fotografias que já publiquei nas redes sociais. Boa experiência e trabalho!
Grupo 16
Paisagem.01
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Jun./21
• Para fotografia de paisagem, independentemente do equipamento, é importante ter uma lente mais aberta, 50 mm ou menos, uma grande angular, por exemplo, é a ideal, pela abertura que proporciona. Os smartphones já possuem este tipo de objetiva, vale para as câmeras compactas, inclusive as superzoons, já as câmeras com objetivas cambiáveis como as mirrorless, DSLR de entrada, full frame ou médio formato.
• Existem basicamente dois tipos de capturas fotográficas de paisagem, que é, a rural e a urbana. Elas podem ser capturadas ao nível dos olhos, de baixo para cima, de cima para baixo e aérea. O mais importante é saber selecionar o que será fotografado, o famoso olhar de fotógrafo ou fotógrafa. Boas capturas!
Grupo 15
Still - Cenografia 01.
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Mai./21
• São quatro fotos diferentes com o mesmo tema, cada uma com um arranjo cenográfico próprio e diferente. A fonte de luz é contínua e de leds.
Câmera Canon 60D, objetiva, de cimna para baixo, 85 mm, 17x40 mm, 18x55 mm e 28x135 mm.
• Todos arranjos produzidos artesanalmente por mim, inclusive a fotografia de fundo da segunda foto.
• Esta primeira foto foi capturada com a luz em potência máxima e difusa, um rebatedor e uma luz difusa de fundo, mais fraca, apenas para quebrar a intensidade das sombras.
Grupo 14
Trabalhando (modificando) a Luz.
São três fotos diferentes com o mesmo tema, modificou-se apenas a luz, não os ajustes. A fonte de luz é contínua e de leds.
ISO 800, abertura do diafragma F/8 e velocidade de obturação 1/80 seg.
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Mai./21
• Da mesma maneira que a anterior, mas com a luz principal mais fraca e difusa.
• Esta última, a luz é amarelada e em potência de média para alta, com os mesmos assessórios da primeira.
Grupo 13
Eliminar elementos indesejáveis.
As menores imagens são originais.
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Abr./21
Grupo 12
Possibilidades de conversão para sépia.
As menores imagens são originais.
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Mar./21
Direitos Autorais
• Todos os direitos reservados! É proibido imprimir, copiar, distribuir (mesmo a título de gratuidade), encartar, reproduzir (por qualquer meio mecânico, eletrônico, digital, fotográficos, filme e vídeo), sem a devida autorização fornecida por escrito pelo proprietário do Site FotoOlhar.com, antigo FotoMBoé.com. Todas as imagens (desenhos, pinturas, ilustrações, fotografias, vídeos etc.), textos, slides show, galerias, apresentações (em Flash, exe, html etc.) foram produzidas por Vivaldo Armelin Júnior que é o detentor dos direitos autorais.
• É permitida a abertura exclusiva online, qualquer outra possibilidade é necessário autorização por escrito fornecida pelo responsável, acima descrito.
Voltar para o conteúdo